Morreu Abu Ammar (1929-2004)


“Um líder no mínimo moderado.E agora de repente chamam-lhe terrororista? Sempre lutámos para provar a nossa identidade, sofremos passando fronteiras, sendo humilhados entre os regimes árabes. Arafat lembra-nos toda a nossa história, todas as agonias, todos os lutos. E sendo líder de uma nação maioritariamente muçulmana, respeitou todas as religiões, manteve-se secular. Num mundo em que o fanatismo se espalha tanto, é algo a não esquecer.”
Salma Khalidi, Amari(Ramallah)
[Rick Dangerous]