Um Goebbels, ainda por cima mentiroso


O ainda ministro de Estado e das Actividades Económicas, Álvaro Barreto, negou a existência de qualquer contrato para a construção de parte de blindados – esse grande desígnio nacional – na Bombardier, ao contrário do ontem afirmado pelo ainda Ministro da Defesa Nacional e Assuntos do Mar.
Antes da concretização da dissolução, o Governo permanece na rota de colisão consigo mesmo.
[Joystick]

1 thought on “Um Goebbels, ainda por cima mentiroso

  1. Parece que o que é afinal verdade é que os Austriacos comprometem-se a contratar 200 ex-trabalhadores da Bombardier.
    Aquela coisa do “neste mesmo local onde morreu com dor uma fábrica, vai nascer agora outra” (SIC), foi um entusiasmo lrico do momento.
    Naturalmente é mais importante o emprego dos 200 trabalhadores do que o local onde vão ser construidos os malditos blindados), mas este episódio mostra bem com o que podemos contar deste indivíduo: A política-show, o populismo, associado à pequena mentira (que não faz mal nenhum desde que uma pessoa se confesse aos Domingos)

Os comentários estão fechados.