Agora ficas aí quietinha

Numa aldeia do norte de Portugal um homem acorrentou pelo pescoço a sua mulher a um tanque. Ao fim de 8 dias a comer pão e água a mulher conseguiu fugir e pedir ajuda. O homem aguarda julgamento detido. A reportagem passou esta semana no jornal da uma, e, às tantas, enquanto se filma a aldeia e se diz:”na aldeia ninguém estava à espera” entrevistam um popular:”Isto nunca se viu, se ela se portou mal dava-lhe umas lambadas agora prendê-la ao tanque está mal.”

1 thought on “Agora ficas aí quietinha

Os comentários estão fechados.