Diário de um Skin

6.img.jpg
António Salas – nome fictício – é um jornalista que esteve infiltrado numa organização de extrema-direita, numa organização que fazia tráfico de mulheres e crianças, e agora, noutra organização criminosa, que não quer revelar por motivos de segurança.
Lançou um Livro, “Diário de um Skin”, que é capaz de ser bem interessante, para quem quer conhecer mais sobre o fenómeno.
Mais rápido, sugiro vivamente que oiçam a entrevista que deu à TSF. Vale bem a pena.
(obrigado pela sugestão, Shift)

Anúncios

21 thoughts on “Diário de um Skin

  1. Na parte 2, ele explica que – em espanha – os mesmos que organizam os protestos contra os emigrantes, são os mesmos que fornecem imigrantes ilegais, afericanas, sul americanas, asiáticas e da europa de leste, para os prostíbulos.
    Em portugal também acontece isso, não é? Não era no Passerel, que a mão-de-obra (escrava) estrangeira era angariada por malta com ligações à extrema-direita, aliás, com contactos na polícia?

  2. É uma entrevista absolutamente brutal.
    Ele disse que houve alturas em que pensou revelar a sua entidade jornalista, porque estava a fazer certos bons amigos, porque eles confiavam nele, porque o admiravam e isso estava a ter um efeito emocional avassalador.
    Antes tinha dito que numa manifestação nacionalista em espanha, as pessoas afastavam-se para ele e os seus amigos passarem. Que os olhavam com respeito, que sentia o poder, etc, etc.
    É uma entrevista importante para compreender o que atrai tantas pessoas (nomeadamente jovens) para este tipo de vida, estética e simbologia.

  3. so por curiosidade, o tipo de t-shirt salmao nesta foto e o mesmo que aparece de radio na mao na rua do carmo? so por curiosidade…

  4. Creio que não… O outro tem o nariz mais abatatado… mas toda agente sabe que há muitos meninos nazis que vão para a bófia e para o exército (comandos e tal)

  5. Em relação a este testemunho tenho pensado bastante sobre quantos imigrantes terá António Salas espancado para obter a aceitação do grupo de skins em que se inflitrou para escrever o livro. Às tantas, em relação a apedrejamentos, ele diz que fingia ter má pontaria. Mas, quando era ao pontapé e ao soco, que pontaria tinha? Daí que apesar de poder ser interessante, este livro está sujo de sangue.

  6. Este Salas foi uma grande traidor, tanto para os amigos como para os brancos que lutam por uma Europa sem crime.

  7. realmente esse salas e um malandro foi publicar esseas coisas que sao puras mentiras ai ai salas menino mau

  8. Antonio Salas e Gabriel Lopez. Diario de um skin=merda. Não comprem o livro para dar dinheiro a esse cabrão. Visitarem este blog criado por camaradas ns espanhois em que colocaram o livro completo em espanhol já de propósito para ninguem dar dinheiro de receita a esse penetra: antonio-salas blogspot com vistem e imprimam para ler o livro. diariodeunskin blogspot com/2005_11_01_archive.html
    em Portugal:
    http://amantesdodesporto.blogspot.com/2007/04/movimento-skinhead-claques-de-futebol.html

  9. esse salas provavelmente nunca viveu na comunidade k diz se vivesse e fosse um pouco inteligente nao dizia essas mentiras de todos os camaradas cujo o objectivo e garantir um bom futuro para os nossos filhos e nao um futuro como o nosso infestado de parasitas e seres anormais mas de kalker modo ele tem direito de se exprimir um bem haja para esse c….
    saudacoes a todos os camaradas

  10. nazis fihos da puta voces deviam ser exterminados……..a historia nao vos diz nada cambada de idiotas…voces nem sabem do que falam..porcos

  11. nazis fihos da puta voces deviam ser exterminados……..a historia nao vos diz nada cambada de idiotas…voces nem sabem do que falam..porcos

  12. esse filha da puta do black power devia de ir mas era para o pais dele e deixar os brancos em paz!!
    porque em 5 pretos 3 estao na prisao!1
    sao um raça ke nao interexa a ninguem nem eles nem os chinese nos nazis somos os unicos ke nos preucopamos verdadeiramente kom a raça branca!

  13. Skins = a mentalidade formatada; deixam de pensar por eles próprios, estão limitados à aparência lúdica de cabeças rapadas e pensamentos clichés. Clamam por mudança, no entanto muitos deles têm familiares imigrantes. Pureza no sangue??ja vale a pena…Fracos em Argumentos!!É lamentavel a vossa existência, lutam por uma raça completamente afastada da história. Mentes Ocas à procura de uma identidade que nem voces sabem qual é…!!E pelo contrário achei o livro muito bom, talvez se tivesse manchado de sangue, mas esse é o problema quando se perde a identidade, um risco que ele próprio estava disposto a perder para relatar o que observava na realidade!!!Em vez de nos darem apenas frases clichés sobre os “pretos” comecem a formar-se, a estudar e apresentem argumentos que não sejam sempre os mesmos :)

  14. nc li o livro, nem sei do k fala, mas aconcelham.me para apresentar a uma trma de “putos” d 16/17 anos ??? nao ‘e secante ou dificil de ler ?? agradeço sugestoes

  15. Acho completamente nojento a ideologia nazi.
    Somo todos iguais. Nós, os brancos, nao somos melhores que os outros, nunca o fomos e nunca o seremos.
    Acho o livro FANTASTICO e estou a aprendes BASTANTE sobre estas pessoas.
    E é como ele, o escritor, diz. São fortes em grupo, sosinhos? não são mais que um ser banal.
    E fico espantada como pessoas ‘normais’ que têm consciência dos erros que foram cometidos durantes estes anos todos ainda acreditam nesta ideologia.
    Hitler era BASTANTE inteligente mas um egocentrico e um MERDAS do pior.
    Não tive pena nenhuma da morte dele e acho que ele deveria ter morrido antes. Deviam fazer-lhe o que ele ordenou fazer, nomeadamente aos judeus.
    Foi um filho da puta.

  16. Terminei agora mesmo de ler o livro e penso que é um livro bastante interessante e traz ao de cima muitas verdades ocultadas por pessoas poderosas. O movimento Skin em Espanha é uma coisa nojenta e concordo com António Salas quando diz que os skinheands são apenas cordeiros disfarçados, pois se não o achassem não teriam tanta raiva da publicação do livro..
    Estou no 10º ano e este foi o livro que escolhi para apresentar a turma, a leitura demorou cerca de 3 semanas (só o lia a caminho da escola e de regresso a casa), a minha professora disse-me, ainda no início da leitura, que era um livro sem interesse e estou totalmente indignado com a afirmação que tinha feito e vocês que acham?
    Recomendo a sua leitura, irão aprender bastante.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s