Ma l’amore mio non muore mai

Se num par de posts abaixo escrevi sobre a especificidade Italiana acho que estas imagens continuam essa reflexão passando rapidamente do divertido para o francamente assustador. Se no anterior governo Berlusconi o poder da extrema direita era preocupante agora começa a ser sério.
Desde 2001 que não via nada assim.
Uma manifestação contra a aprovação de uma nova lei do ensino secundário, a tensão habitual de qualquer manifestação em Itália, milhares de estudantes de liceu aos quais se juntam os centros sociais e outros movimentos. Em frente ao senado um cordão de policia e já uma enorme tensão, um dos professores a falar para uma televisão avisa “hoje tudo pode acontecer” recordando uma outra manifestação de estudantes do secundário no fim dos anos 90 na qual aconteceu a primeira grande carga policial do Governo Berlusconi.
Mas então acontece o arrepiante. O Blocco Studentesco, ligado aos centros sociais de extrema-direita, à forza nuova e a tudo que é movimento neo-fascista, tenta entrar na pequena praça em frente ao senado e CARREGA o final da manifestação. Espancam com tacos de baseball, facas e paus vários grupos de miúdos do liceu e alguns militantes da Uds (Unione degli studenti). Reagrupam-se na Piazza Navona para aguardar o contra-ataque e então os centros sociais carregam sobre eles. Tudo isto sem a minima intervenção da policia que só decide agir uns bons dez minutos depois, chegando a deter algumas pessoas

Dos videos que encontrei cabe salientar algumas coisas: o primeiro é da autoria do blocco studentesco é conta a versão deles da história na qual não existiu a primeira carga deles: mostra o contra-ataque do resto da manifestação sem referir o que tinha acontecido antes. O segundo e o terceiro são a mesma situação de pontos de vista diferentes.



há uma versão mais completa no site do La Repubblica: aqui
entretanto mais um video interessante:

Tudo isto está a ser ampliamente discutido na imprensa italiana ( La repubblica, L’unitá ) e no indymedia itália.

Anúncios

16 thoughts on “Ma l’amore mio non muore mai

  1. Gostei do ultimo vídeo.
    Os outros são um bocado confusos. No 3º não se percebe muito bem quem é que está a dar porrada em quem. A estética desses faxos do bloco studentesco confunde-se com a dos “estudantes normais”… provavelmente porque conseguiram incorporar muitos estudantes normais nas suas fileiras… É de facto preocupante.

  2. Vocês curtem bué o movimento antagonista italiano, não é? Lá é que as coisas são a sério, não é? Porque é que não levam os vossos “playmobies” e “barbies” albanesas e vão morar para um CS onde não haja esgotos e fiquem atolados em merda até à boca.

  3. Vocês curtem bué o movimento antagonista italiano, não é? Lá é que as coisas são a sério, não é? Porque é que não levam os vossos “playmobies” e “barbies” albanesas e vão morar para um CS onde não haja esgotos e fiquem atolados em merda até à boca.

  4. Caro Party Program,
    Antes de mais, uma correcção. O movimento Blocco Studentesco não está ligado a qualquer partido político. Está sim ligado à associação CasaPound, responsável por diversas ocupações nacionalistas em Roma. Não consegui aceder a nenhum vídeo que mostrasse a tal carga do Blocco na praça do Senado. O tal rapaz suposto infiltrado é na verdade membro do Blocco Studentesco (tem uma tatuagem com o símbolo do grupo no antebraço) e aparece num vídeo difundido pela CasaPound (youtube.com/watch?v=zCgwcUseZoU) a desmentir as acusações. Indiscutível é a violência com que o pessoal dos Centros Sociais atacou os manifestantes do Blocco Studentesco, que não eram tão poucos nem tão tenebrosos como a imprensa italiana quis fazer passar. Mais, o pessoal de esquerda teve que ultrapassar um cordão policial para chegar ao local onde o Blocco se manifestava. Foi por isso que, por não poderem passar com armas, atacaram com as cadeiras e mesas da esplanada. Para o bem ou para o mal, o Blocco esteve presente na manifestação a defender a unidade de todos os estudantes contra a reforma Gelmini e a criticar a atitude dos que querem instrumentalizar os protestos de forma a retirar dividendos partidários da contestação. Quem acabou por ficar a rir com esta situação toda foi o Berlusconi. A estratégia da Tensão ao seu melhor nível.

  5. No post intitulado update há um link para um video onde se vê a carga do blocco. está lá. e a noticia na carga não a li no indymedia. li no La repubblica, no corriere de la sera, li no site do telejornal da rai uno.
    então se bem percebi na sua versão o cordão policial deixou passar os esquerdistas mas não os deixou passar com armas? tipo “podem ir lá bater mas não podem levar paus”??
    A casapound é responsável por uma série de ocupações, por uma série de espancamentos, por uma série de esfaqueamentos, etc… não é por serem fascistas intelectuais que deixam de ser facistas
    mas veja o video linkado, ou leia a descrição de quatro estudantes bloquistas (hehehe) a mandarem pontapés no nariz de putos de 15 anos.
    quanto ao suposto infiltrado também vi o video. Se não é infiltrado então soa bastante estranha a sua convivência com a policia. Estratégia de Tensão totalmente, quando a direita carrega impunemente uma manifestação.

  6. Sim, a imprensa italiana é de referência. Deve ser por isso que o vídeo do sítio do La Repubblica da carga SOBRE o Blocco Studentesco vinha descrito como “agressões da extrema-dereita” (!!!).
    Não consegui encontrar a carga do Blocco em lado algum, mas através do Indymedia lá cheguei às imagens das tais “agressões precedentes” (que alegadamente motivaram a carga sob o Blocco). No entanto o tipo que acabou KO tinha barba para muito mais do que 15 anos.
    Ambos sabemos que a realidade italiana é muito diferente da portuguesa. A CasaPound é responsável por tantas agressões como os Centros Sociais de “Sinistra”.
    De resto, toda esta situação cheira a esturro. A unica pessoa que lucrou com tudo foi o Berlusconi, que no meio das notícias de batalhas campais lá conseguiu aprovar a reforma Gelmini.

  7. e ainda:
    it.youtube.com/watch?v=FzreOQeMj6g
    onde como diz o jornalista, os “identitários” passam à acção.

  8. e ainda:
    lombardia.indymedia.org/?q=node/10240
    ainda tem dúvidas miguel?
    de facto ninguém diz que os antifas são uns anjinhos mas que eu me lembre não me lembro de ouvir histórias de autonomos de faca no bolso à espera de fachos na esquina da casapound. quiçá tenha chegado a hora…
    e não é por terem debates interessantes e por venderem livros do chomsky que esse pessoal da casapound, dos zetazeroalfa e dos zentropa se livra de levar na boca, ou nos livramos nós de levar na boca deles. No entanto comprendo o seu interesse neles perante o QI de 0,5 da maioria da extrema direita portuguesa.

  9. Só tenho dúvidas que o barbudo que ficou KO seja um estudante. Assim como tenho dúvidas que o pessoal dos Centros Sociais que lançou a carga à carrinha do Blocco Studentesco estude alguma coisa. Dos dois detidos pela polícia, um era militante de 19 anos do Blocco Studentesco e o outro estava ligado à Refundação Comunista e tinha 34 anos (!).
    A verdade é que a antifaria italiana anda literalmente com o pito aos saltos. Com transformação do parlamento italiano num cenário bi-partidário, as formações de “Sinistra” perderam toda a representatividade.
    De facto, nunca ouvi histórias de facadas na esquina dos Centros Sociais. Pelo contrário, já ouvi histórias de bombas e artefactos deixados à porta de sedes de grupos nacionalistas. Em Itália ninguém tem moral para apontar seja o que for ao outro lado da barricada.

  10. Realmente o teu texto é de fazer chorar as pedras das calçada. Um comunista de 34 anos é detido e o Blocco é que entrou a bater contra os miudos.. alias as crinaças ou os bebes.. enfim… muito imparcial :)

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s