Fazer Mais Amigos

Começa hoje em Lisboa a Feira do Livro Anarquista. Podem ver o programa e mais informação aqui.

A editora de que faço parte, as edições antipáticas, apresentou algumas propostas para esta feira que foram recusadas sob o argumento de não sermos claramente anarquistas. Nas respostas afirmaram que alguns dos nossos livros eram marxistas-leninistas. A tal afirmação podemos apenas deixar o link da entrada da wikipedia relativamente ao marxismo-leninismo para que da próxima vez não digam barbaridades do género. Quase todos os livros das Edições Antipáticas estão disponiveis na Rádio Leonor
Não nos foi explicado mais do que isto. Que haja pessoas com uma perspectiva partidária do seu anarquismo não me preocupa, que haja pessoas que procuram disputar terreno politíco através da exclusão de uma das partes também não. Afinal nada deste calibre será alheio a muitas experiências vividas por outros comentadores neste blog. O que me preocupa é o silêncio dos outros organizadores desta feira cujo o único argumento para não constestarem uma decisão minoritária (de um comité central?) foi que o importante era acontecer uma “feira do livro anarquista” para lá de estas questões.

“o importante é que aconteça”. Esta afirmação revela toda a miséria existencial inerente a uma situação como esta. Revela até que ponto é que até nos espaços de antagonismo, sociais ou fisicos, que queremos construir estamos dispostos a aceitar o conformismo do quotidiano. Revela quão pouco criteriosa e saúdavel se tornou a nossa capacidade de discutir e de analisar. Revela quão meramente estética é uma subjectividade anarquista em portugal, e como até nisso é extremamente pobre e pouco imaginativa.

A feira do livro anarquista só por transcender parte de quem a organiza é que poderá ser interessante. A seu molde não seria uma feira do livro mas um festival folclórico ou um avante dos tristes. De estranhar que a ridicula vontade de manter a imaculada pureza politica do programa não se tenha estendido às artes, já que um artista chamado Hezbollah (Partido de Deus) se ocupa do entretenimento no sábado. Eu aprecio bastante o Hezbollah, na última vez que o vi estava de megafone na Amadora a galvanizar as hostes, se bem que o megafone também tenha servido para outras coisas.
Mas enfim. Divirtam-se!

Anúncios

26 thoughts on “Fazer Mais Amigos

  1. “Queremos ir para além da informação e da opinião.Partindo de diferentes projectos, pretendemos criar um espaço de discussão, reflexão, encontro e confronto de ideias anarquistas, onde cada um destes projectos se possa desenvolver. Numa tentativa de encontrar e conhecer outros indivíduos e descobrir potenciais cúmplices no que cada um de nós deseja, continuamos (e continuaremos) a dar importância à palavra escrita enquanto ferramenta de comunicação e ataque.”
    in Cartaz da FLA
    de boas intenções está o inverno cheio

  2. hahahaha! Que grande história!
    Realmente, caro PP, junta-te ao clube!
    Deixa lá, vou lá gamar um livrito por ti.
    Sacavém H.C. !!

  3. A feira só começa no dia 22 de Maio. A não ser que essa seja a informação dada para fora, para confundir a polícia, e a feira comece hoje, anunciada apenas boca a boca, para evitar infiltrações marxistas-leninistas.

  4. o comentário á recusa pode resumir-se num falas-te muito mas nada disses-te.
    podes não gostar dos moldes da organização. podes até achar que todos deviam participar. podes achar que tu é que sabes COMO È QUE É e também COMO È QUE DEVE SER. podes ainda vir armado em intectualóide de esquerda e tecer criticas mais ou menos vazias á falta de abertura e seriedade da feira. podes isso tudo e podes ainda muito mais. força.
    parece-me é que com a tua “criticazinha ressabiada”, tu é que demonstras não ter capacidade de encaixe com a diferentes formas de fazer a vida. mas isso não invalida que um grupo de pessoas faça aquilo que quer fazer.
    mas olha a feira anarquista é uma feira de publicações de caracter anarquista/libertário, lamentavelmente não preenches os requisitos.

  5. “tu é que demonstras não ter capacidade de encaixe com a diferentes formas de fazer a vida”
    sabe lá a areia o que é que eu encaixo ou não. ninguém contesta a ideia de fazer uma feira do livro anarquista, mas sim a de a fazer assim, de modo tão pouco anarquista.
    “podes achar que tu é que sabes COMO È QUE É e também COMO È QUE DEVE SER.”
    quem acha isso é quem não me deixou participar.
    “publicações de caracter anarquista/libertário, lamentavelmente não preenches os requisitos.”
    e quais são estes? podes dizer-me por favor areia? sugiro que olhes p esta página e encontres um texto que seja que não esteja dentro de uma tradição anarquista/libertária.
    radioleonor.org/?page_id=40
    De notar que a anarquista “areia” prossegue na politica de defender o partido anarquista português de qualquer ataque

  6. Interessante também que se assuma que a feira do livro anarquista seja uma espécie de evento oficial do anarquismo organizado, ou seja, uma festa do avante, um chão da lagoa, um acampamento da quarta, e que uma censura a esta seja uma critica directa à postura ideológica. mais PAP

  7. Se dizem defender o anarquismo (ou alguma forma de) e afirmam conhecer minimamente os seus princípios, este pequeno acontecimento devia ser motivo de debate na própria feira, quer para aqueles que não concordam com esta acção do comité central anarquista (que, pelo menos, já se começa a assumir publicamente) como para as “areias” do anarquismo… Tendo em conta que não existe praticamente nada em portugal, pelo menos de significativo, que se possa considerar anarquista, se isso acontecesse mostrava-se, no mínimo, que é possível que passe a existir, para não dizer que os organizadores do evento ganhavam alguns pontos libertários…

  8. areia, cuidado com os erros ortográficos (que dificultam a leitura do que dizes) e com o tom!
    é verdade que o party program tem um tom gozão (que funciona- às vezes até de forma brilhante)…
    mas “criticazinha ressabiada” só se for a tua!
    Não se levem tão a sério!

  9. xs anarquistas que estão a organizar a feira sabem quem são xs suas companheirxs,anarquistas ou não, presentes nos últimos tempos sempre que foi necessário. Não devemos nada a ninguém.
    Anarquismo não é esquerdismo.

  10. Acho bem que se contabilizem os “sempre que foi necessário”, poderá chegar-se a conclusões interessantes.
    e há poucas coisas mais esquerdistas que o vanguardismo umbiguista e ingenuamente leninista que permeia grande parte do discurso dos organizadores da feira.
    Agora a sério o pessoal deva investigar o significado de certas palavras antes de as usar.

  11. Sim os companheiros presentes nos últimos tempos foram os companheiros da columbia britanica no canadá!!!!

  12. hahahahaha
    postura totalmente sectária, contabilização da militância, purismo ideológico e a terminar com tiradas à maoismo musculado e depois os esquerdistas são os outros!!

  13. a histeria intelectualoide invade a blogoesfera.
    grande party program, a capacidade de encaixe a que me refiro vem aos gritos na sua criticazinha vazia a tão afamada feira.
    explique lá aqui “aos do” partido anarquista como é que A feira do livro anarquista deveria ser, sff…”assim, de modo tão pouco anarquista.” contribua também com a sua sapiência e sugira como ser mais anarquista, a feira entenda-se. quais os tramites minimos para ser “anarquista o suficiente”, é que você parece saber ao certo do que fala.
    poderia até deixar de lado o tom piadesco, com que critica o que não lhe agrada, e formar uma critica centrada em coisas um pouco mais palpaveis do que apenas o facto de não ter sido aceite..
    a palavra ressabiado não foi empregue em vão, nem o foi por impulso, é a mais adequado ao caso. todo o texto, as fotos e o tom cínico com que enfrenta a questão nada mais demonstram.
    PS lamento os erros ortográficos. vou tentar melhorar. só tenho a 4ª classe. será isso um entrave a participar por aqui. se for avisem.
    obrigado.

  14. De novo, quem está a entrar no jogo de definir quem é e quem não é anarquista e quais os tramites minimos é QUEM organiza a feira, não eu. senão veja o comentário ai em cima em que umx uiuiuiuiui faz exactamente aquilo que me acusa de fazer.
    Não precisa de ter mais do que a 4º classe para participar, seria no entanto agradável se parasse dois minutos para considerar o quão despitada é a sua análise do que se passa: Então as edições antipáticas não podem participar pq não cumprem os tramites minimos e depois nós é que somos suspeitos de os impor?
    tss tss que pouca pica que isto está a dar

  15. Dizia o Rudolf Rocker que ” A ideia mais livre corre o perigo de se converter em dogma, tornando-se inusceptível de qualquer desenvolvimento ulterior. Logo que uma concepção se petrifica em dogma morto, começa o domínio da teologia.”
    Infelizmente, posturas destas revelam um certo “capelismo” e algo que se assemelha à noção de propriedade e bem distante de um sentimento de partilha.
    Parece até um contra-senso, se o objectivo da feira é uma “tentativa de encontrar e conhecer outros indivíduos e descobrir potenciais cúmplices no que cada um de nós deseja”.
    Se estes “anarquistas” parecem ter uma certa comichão a um suposto esquerdismo e se querem distanciar dele, o facto é que parecem ter mais em comum, do que diferente, com estas atitudes, tão características do PC e do BE.
    Saúde de um anarco-comunista.

  16. “mas olha a feira anarquista é uma feira de publicações de caracter anarquista/libertário, lamentavelmente não preenches os requisitos.”
    mas agora há requisitos a preencher para se participar numa feira do livro ANARQUISTA/LIBERTARIA?
    porra devo andar com os conceitos trocados

  17. os anarquistas até podem ser muita coisa de ressabiados a tontos mas fizeram a feira que entenderam. tiveram sempre que fazer uma escolha daquilo que lá se passa. a escolha é deles com base na merda que têem na cabeça.
    se depois vem um pp indignado com isso porque tinha todo o direito de participar dela a disparar uma enxorrada de imbecilidades na internet falando de coisas que mais valia tar calado.
    pp porque queres tu participar à força numa feira organizada por gente que tens em tão pouca consideração?
    se a feira não te agrada faz uma que te agrade. fala sobre aquilo que te desagrada com aqueles que te cheiram mal.
    depois leem-se uns outros idiotas que não sabem o que aconteceu e dizem mais idiotices ainda.
    esta conversa cheira a mofo
    puta que os pariu a todos

  18. só dois comentários a esta sua interrogação em género de exclamção:
    “e depois nós é que somos suspeitos de os impor?”
    a utilização aqui do nós não se aplica, a não ser que tenha dupla personalidade. não falei para um clube.
    ninguem pôs suspeição sobre nada, antes pelo contrário. você simplesmente ainda não disse como É QUE DEVE DE SER, apenas isso.
    quanto ao resto
    humm… ok. continue lá então com a sua masturbação inteléctual género artista-de-circo-que-diz-umas-piadas-giras-num-palco-onde-tem-muito-quem-o-aplauda. sim.. porque você tem muita graça nesse seu estilo graçola cínica de consumo interno.
    a pica terá de vir da masturbação interna.
    quer respeito aprenda a respeitar.

  19. Oi, estou apavorada, minha casa tá sendo invadida por lesmas! no começo eram poucas, agora! são inúmeras,até q eu achava elas “bonitinhas!, mais agora tô odiando, A minha área fica lotada à noite e durante o dia viscosa.
    Já cheguei a catar 1kg de lesmas só numa noite…quero mesmo é extermina-las!!!

  20. O PP devia-se dar mais com o Rui Tavares. Afinal, cada um no seu estilo, têm muito em comum.
    O PP não é anarquista olha olha, o pp NÃO é anarquista olha olha os anarquistas não gostão do PP…olha olha. Vai mas é para a politica. Ou melhor ter com os artistas.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s