Shoah


“Aquilo que encontrámos no interior do Campo Palestiniano, às 10 horas da manhã de 18 de Setembro de 1982, não é propriamente fácil de descrever, embora talvez fosse mais fácil contá-lo na fria prosa de um exame médico. Já tinham sido feitos exames médicos no Líbano anteriormente, mas raramente a esta escala e nunca sob a observação de um exército regular, supostamente disciplinado. No meio do pânico e do ódio da batalha, dezenas de milhares haviam já sido mortos neste país. Mas estas pessoas, centenas delas, estavam desarmadas quando foram abatidas. Foi um massacre de massas, um incidente – quão facilmente empregávamos a palavra «incidente» no Líbano – que era também uma atrocidade. Foi muito para lá do que os israelitas teriam, noutras circunstâncias, apelidado de actividade terrorista. Foi um crime de guerra.[…]
Sim, aqueles de nós que conseguimos entrar em Sabra e Chatila antes de os assassinos partirem, temos nossas lembranças. As moscas voando entre corpos empestados e nossos rostos, entre o sangue seco e o notebook do repórter, os ponteiros dos relógios ainda funcionando nos pulsos mortos. Trepei sobre um monte de terra de uma escavadeira abandonada que permanecia culpada, perto, apenas para constatar que eu estava no alto do monte, que oscilava debaixo de mim. E eu olhei para baixo para encontrar rostos, cotovelos, bocas, as pernas de uma mulher saindo do solo. Tive que me segurar nestes pedaços de corpos para descer para o outro lado. Então, encontrei uma menina bonita, sua cabeça envolta por uma auréola de roupas penduradas, seu sangue ainda escorrendo de um buraco em suas costas. Entramos no quintal de sua casa, desesperados para evitar os milicianos israelitas uniformizados que ainda vagueavam pelo campo; ao entrarmos pela porta dos fundos, encontramos seu corpo porque os assassinos tinham saído pela porta da frente.”

Robert Fisk, «Sabra e Shatila» e «O legado de Ariel Sharon»

Advertisements

One thought on “Shoah

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s