Tape loading error

É certo que a minha participação neste espaço é muito mais que intermitente. De vez em quando venho aqui deixar umas postas sem grande conteúdo e apenas porque isso me diverte mais a mim do que a quem me lê. Desta vez, porém, venho falar um pouco mais a sério.
Aqui no Spectrum não cantamos todos a uma só voz. Desde sempre. Uns são alinhados partidariamente, outros desalinhados partidária e politicamente. Mas a nossa «origem» tem um tronco comum. E é o que nos vai valendo.
Em relação à tão propalada contra-manifestação de sábado, já manifestei, junto de alguns dos seus promotores a minha discordância. Estou convicto de que isto só servirá para dar maior espaço na comunicação social aos meninos e meninas de «boas famílias», bem como aos fascistas do PNR que os acompanham. Disseram-me que são esperados milhares de manifestantes, vindos de todo o país. Pois que venham. É um direito que lhes assiste. Um direito que, por aqui, todos e todas defendemos. Há, a meu ver, outras formas de combater a coisa. E não é, certamente, esta a melhor.
Sendo certo que a coisa vai em frente, resta-me desejar que tudo corra bem e que cumpram os vossos objectivos. Pela minha parte, mais depressa iria contra-manifestar-me para a Fonte Luminosa!

6 thoughts on “Tape loading error

  1. Essa da fonte luminosa existe mesmo? Só oiço a nossa malta falar dela, mas não vejo a xuxaria referi-se ao evento…

  2. De qualquer forma, não deixo de reparar que mais depressa te vais “contra-manifestar” contra a xuxaria do que contra os ultras… Com essas prioridades, qualquer dia estás a escrever no 5 dias ;)

  3. A manif agendada põe em causa os valores mais essenciais de respeito pelos direitos dos outros.
    A contra-manif apenas põe a nu essa farsa.
    Dizer que “estão no seu direito” não me parece nada razoável. Um dia destes marcam uma manifestação para exigir algo como a limpeza étnica e “estão no seu direito” de manifestação.
    Além disso será imperdível ver ao vivo e a cores a Isilda Pegado de braço dado com o Mário Machado. Assistir a certas pessoas a achar isto normal é que eu não esperava.

  4. «Assistir a certas pessoas a achar isto normal é que eu não esperava.»
    São maneiras de se estar na vida. Não encaro a política da forma trauliteira que tu encaras. Prefiro pensar e fazer do que reagir apenas. Prefiro discutir de forma civilizada a gritar chavões sem qualquer conteúdo.
    Prefiro que os fascistas e os seu amigos se manifestem e façam figuras tristes contra uma lei que até já está aprovada do que ir para a avenida provocá-los e dar-lhes mais espaço na comunicação social.
    E nunca entrei pela sede do PSR aos berros, a perguntar se era ali que os paneleiros se reuniam.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s