Em Barcelona como em Gaza

Em bastantes filmes americanos dos anos 80 e 90 o vilão é um terrorista do Médio Oriente ou da América Latina, vagamente evocativo do Che Guevara, que surge enquanto uma caricatura ridicularizante do que poderiam ser os movimentos de libertação ou um certo discurso de esquerda.

Resistência Islâmica

A resistência castiga um esbirro do demónio americano

Renato Teixeira esgana um imperialista (toda a gente sabe que Rambo vota Manuel Alegre)
É uma pena, mas parece que um jovem de Coimbra terá visto filmes a mais quando era jovem e agora encarnou essa personagem, uma enorme caricatura de si próprio, apresentando clichés constrangedores como argumentos e exibindo com gaúdio uma enorme mediocridade teórica e existencial.
Desta vez deu-lhe para comparar Bilbao e Chechénia.



Em Bilbao como Grozny a fúria imperialista.

19 thoughts on “Em Barcelona como em Gaza

  1. Não há pachorra!
    Vocês desejam o corpo do Renato, mas não têm coragem de o assumir. E então, num daqueles volte-faces tão tipicamente freudianos, entraram num processo de negação e destilam ódio na impossibilidade de segregarem amor… CUREM-SE! E convidem-no para uma orgia com coca.

  2. Este pessoal do ruptura é meio louco – então o spectrum é que deseja o Renato??

  3. “parece que um jovem de Coimbra terá visto filmes a mais”
    Esse “de Coimbra” tem graça, sobretudo num texto curto e sucinto. Tenho de me pôr a pau que já fui jovem.
    Ah, os preconceitozinhos capitalenses, como aparecem onde menos se espera…

  4. A social-democracia brota como os cogumelos: por toda a parte. e depois como cristãos-novos os do spectrum atiçam o ódio contra os que mantêm os credos – por mais amalucados que sejam, tal como eles foram no passado e já não mais. Veja-se no apoio ao Sá Fernandes, Costa e Alegre. Guerrinhas de alecrim e manjerona pra distrair o facto de que há muito menino spectrum mamam na manjedoura do estado que muito abominam em radicalismos verbais, mas que acariciam na alcova da vida quotidiana, real e realista. chupem pilas velhas menin@s, chupem que apesar do ranço não faltará bagaço pra prestação, pró vício e pra ostentação.

  5. Anónimo das 11:16: Tudo errado do princípio ao fim.
    1.Pode dar-te especial tusa chamares sociais democratas às pessoas, mas aqui ninguém se afirma da social democracia
    2.Também nunca ninguém pertenceu à Looney Left no passado, como dizes. Já que falas de Lisboa, o Partido onde militei, por exemplo, fez uma aliança com o PS na Câmara, correu finalmente com a direita de lá e acabou com as barracas na cidade.
    3.Isso de criticar quem anda “a mamar da manjedoura do estado” parece a conversa do meu pai. Falas de quem? Dos “subsídio-depedentes”? Dos “políticos”? Dos “Administradores das Empresas Públicas”? Dos “funcionários públicos”? Parece-me bem que o radicalismo verbal aliado a uma fragilidade ideológica constrangedora é especialidade tua e de outros que vêm aqui apontar o dedo e não de ninguém aqui do blog. Veja-se o caso dos que espumam de raiva por alguém dizer que “o Manuel Alegre é o melhor dos candidatos assim-assim”, e que depois se entusiasmam com a candidatura do Fernando Nobre à Presidência.
    4. Se a história da “manjedoura” já é demonstrativa, todo o discurso do “chupem pilas” é ainda mais elucidativa: Esse é o discurso da extrema-direita, dos skins que vêm aqui ameaçar de morte o pessoal… “pró vicio e prá ostentação”, seu padreco?

  6. Parole, parole. Não faltam é telhados de vidro por aqui e por isso é que se picam tanto. Não atirem pedras: Ontem assessores, hoje bolseiros, amanhã opinion makers e um dia quiçá ministros. Sempre à conta do estado e dos partidos que tanto desprezam no palavreado pueril-radical que vos caracteriza e tudo a bem da nação e da luta popular. Não são mais que o Cohn-Bendit e toda a gente já percebeu que são bem menos que ele. E daí, como estranhar tanta patifaria pequena?

  7. O Spectrum é o blog com paredes, telhados, chão e tecto de vidro. Mas as suas caixas de comentários são em mármore,com ligeiros reflexos metálicos e forro de veludo púrpura, com uma sanita de ouro ao meio onde enfiar toda a merda que aqui entra.

  8. Se estão forradas de veludo púrpura, como podem reflectir metalizado? E se forradas estão, como saber que por detrás se esconde o mármore?
    Numa coisa vos defendo: têm todo o direito de apoiar e votar em quem querem e nem não acho mal que tratem da vidinha. Os que comentam anonimamente também fazem o mesmo.
    Escusavam era de armar aos cucos, pousando algo que não são (que talvez nunca tenham sido) e insultando quem tenta ser algo mais. Assim evitavam de levar com o ricochete da vossa incoerência no lombo.

  9. Se estão forradas de veludo púrpura, como podem reflectir metalizado? E se forradas estão, como saber que por detrás se esconde o mármore?
    Numa coisa vos defendo: têm todo o direito de apoiar e votar em quem querem e nem não acho mal que tratem da vidinha. Os que comentam anonimamente também fazem o mesmo.
    Escusavam era de armar aos cucos, pousando algo que não são (que talvez nunca tenham sido) e insultando quem tenta ser algo mais. Assim evitavam de levar com o ricochete da vossa incoerência no lombo.

  10. este pessoal é tão urso, mas tão urso, que ainda não percebeu que não é o spectrum que apoia o MA, mas sim o Saboteur. Não apoio o MA como de resto nunca apoiei nenhum candidato a coisa nenhuma, mas não deixa de ser estranho um discurso tão radicalóide vindo de quem participa activamente na democracia parlamentar e representativa. A extrema esquerda partidária junta o pior de cada uma das cliques politicas que por aqui orbitam.

  11. Sempre a massajarem-me o ego… Nas autárquicas muito se debateu com mais de um ano de antecedência quem é que eu ia apoiar. Agora discutem quem eu vou apoiar nas presidenciais.

  12. Eu apoio o Fernando Nobre. Tenho o previlégio de o conhecer pessoalmente e parece-me que é uma pessoa para aí um milhão de vezes (contas por alto) melhor que o Alegre

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s