Flash-mob contra a privatização dos CTT

A ATTAC lançou uma campanha contra a privatização dos CTT.
Esta terá a primeira acção já na próxima quinta-feira, com uma flash-mob nos CTT dos Restauradores. A ideia é o envio massivo de postais ou cartas ao primeiro-ministro a explicar-lhe porque é que é um erro crasso privatizar os CTT e a apelar para que tal não seja feito.

Os CTT prestam um serviço público socialmente fundamental. A sua privatização implicará um desequilíbrio na coesão territorial. As terrinhas com menores infra-estruturas de comunicação e acesso – e as que dão mais prejuízo na entrega diária de correspondência – serão as primeiras em que a sua população será afectada com esta medida, o que contribuirá para o ainda maior isolamento dos seus habitantes. Estes acabarão por ter de alugar um apartado na sede de concelho, ou desistir de usufruir deste meio de comunicação.

No site da campanha – correiopublico.net – estão a ser publicadas cartas que serão enviarão ao primeiro-ministro, sendo a primeira de Agostinho Santos Silva, o porta-voz da campanha.

2 thoughts on “Flash-mob contra a privatização dos CTT

  1. Que giro! E deve dar para sacar uma gajas e tudo! A revolução mundial será no facebook!

  2. no facebook n será, mas será onde? por andam as tuas trincheiras? alemanha? vulcao? ou na faculdade?

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s