Racismo e Preconceito


Hoje de manhã a notícia de abertura do noticiário da TSF era que tinha havido um assalto à mão armada, na África do Sul, no hotel onde estavam jornalistas que cobrem o mundial e em particular a selecção portuguesa.
A notícia foi dada em com tonalidades de Artur Albarrã: O Drama. o Horror, O Medo… Aproveitando talvez a proximidade da marcha fascista de 10 de Junho, o jornalista convocou todos os clichés do discurso da extrema-direita sobre a criminalidade na África do Sul, dos negros contra os portugueses… ou, pior ainda, contra a própria Selecção Nacional (!), uma vez que, segundo vinca o jornalista, o Hotel localiza-se “a 15 quilómetros do hotel onde se encontra a selecção nacional e a sete ou oito quilómetros do local de treinos”
Quanto ao conteúdo do acontecimento, propriamente dito, pouco sumo tem: «Quando acordei, vi dois negros. Um deles apontou-me a arma à cabeça e encosta-me para trás, para a cama. Mandam-me estar calado e o outro começa a levantar as malas do equipamento», contou o repórter fotográfico António Simões.
O assalto terá demorado cerca de 2 minutos. Numa outra habitação, onde se encontrava um jornalista do jornal Expresso, os assaltantes roubaram uma mochila enquanto ele dormia… E o “Hotel”, já agora, é afinal uma casa de campo que se encontra fora do perímetro do hotel.. Nada que não aconteça todos os anos no Verão, no mais pacato dos países da Europa, que é Portugal.
De qualquer forma, durante o dia, a TSF não largou o osso e continua a fazer peças sobre peças sobre o tema.
No site, poderão ir ler pelo menos 6 noticias sobre o assunto:
«Reforço policial no treino da selecção portuguesa»
«Comité organizador desvaloriza assaltos a jornalistas»
«Director nacional da PSP diz que não está previsto reforço policial para África do Sul»
«Embaixada de Portugal vai prestar apoio às vítimas de assalto»
«Jornalista alvo de assalto conta momentos de terror»
«Detido suspeito de assalto a hotel onde estavam jornalistas portugueses»

Afinal, apanharam o gajo que roubou as máquinas fotográficas aos turistas? A vida não está fácil para ninguém…

13 thoughts on “Racismo e Preconceito

  1. eu já fui roubado de arma na mão. no campo pequeno, quando estava em obras, mesmo em frente à avenida da república. não senti o horror nem o drama. ainda cá ando e não tremo de medo cada vez que passo lá. isto foi na áfrica do sul, onde há muito mais assaltos do que cá, nem sequer percebo porque é que é notícia. que é que queriam, ir organizar festões mundiais para um país extremamente pobre e ia ser tudo na boa? e ao que parece, andaram a “remover” sem-abrigos das ruas.
    maisfutebol.iol.pt/nota%C2%ADcias/mundial-2010-blikkiesdorp-sem-abrigo-refugiados-maisfutebol/1107909-5199.html

  2. Paulo: Identificar alguém como negro, ainda mais neste contexto, já demonstra um racismo latente, certo? O Chuckie Egg acabou de contar que já foi roubado de arma na mão e não identificou se foi por um “negro” ou um “branco” ou “uma mulher sem furos nas orelhas”, porque para ele, essas questões são irrelevantes para a história. Já para o jornalista, não foi assim.
    Mas pior é que – como é sabido – é que esta notícia choque sobre “os momentos de terror” a “sete ou oito quilometros” do local dos treinos da selecção, enquadra-se numa narrativa que é a narrativa da extrema-direita, sobre a criminalidade na África do Sul, em que “os negros” estão a assaltar “os portugueses”. (aliás, basta ir lendo os comentários sobre isso na net)
    O facto de este fait diver ter dado pano para pelo menos 7 peças no site da TSF é tão ridículo que nem preciso de comentar… Concordarás, não?

  3. boa sorte para amanhã. Estás preparado Saboteur? Olha que os skins do PNR não são para brincar…
    Não sei como está o teu judo ou se tens velocidade suficiente nas canetas… mas olha, hoje nem venho gozar-vos com as vossas piruetas ideológicas ou excessos de peso. Apesar de tudo, valores mais altos se levantam e contra o fascismo há que haver esquerda unida ;-)

  4. 15.ooo! É pouco.
    Só o anónimo aí de cima, da comissão de controlo, deve fazer umas 10 por dia.

  5. Citar uma pessoa que diz “vi dois negros” é muito racista, é. O problema é que se fosse alguém a dizer “vi dois loiros de olhos azuis”, o saboteur seria incapaz de escrever um post destes porque pensa que só nesse caso cairia no ridículo. Afinal quem é racista?

  6. Olha Paulo se tens duvidas relativamente ao sentimento racista do jornalista assaltado, posso dizer-te, passei a manha de ontem a ouvir a tsf, que ele nas suas declaracoes disse que como nao houve arrombamento da porta do seu quarto, o negro assaltante devia ter uma copia da chave e por isso devia ter algum tipo de cumplice no hotel, “ja que varios negros trabalham la”. Achar que ha solidariedade de tom de pele nao eh racismo?

  7. A África do Sul é estatisticamente dos países mais violentos á face da Terra, porque será?

  8. engraçado. Ia jurar que era dos paises africanos com maior população branca, e que passou por um regime que estará para os teus ideais como a revolução russa está para os de outros.(O problema foi ter acabado o apartheid, claro, casos de paises africanos que nunca o tiveram e que são mais pacificos que a africa do sul alguma vez foi é mera coincidencia).
    Pelo menos os fachos já não vêm só ver.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s