Campanha vergonhosa


A campanha lançada pelo ACP de Carlos Barbosa (candidato a Vereador pelo PSD para a Câmara de Lisboa, diga-se de passagem) é, mais do que uma provocação, um perigoso e irresponsável apelo à violência dos automobilistas sobre os peões.
Afirmar despudoradamente que as pessoas só têm o direito de atravessar a estrada nas passadeiras e que, mesmo aí, têm de ter muito cuidadinho para ver se não levam com um carro em cima, porque a culpa dos atropelamentos é das pessoas “que se atiram para a passadeira”, contraria tudo o que se anda a tentar meter na cabeça dos condutores há anos sobre a responsabilidade de quem está a manobrar uma máquina de lata, de alguns milhares de quilos, no meio da comunidade.

Para quando uma campanha a recordar antes algumas regras elementares do Código da Estrada, como a proibição de sinais sonoros dentro das localidades?
Vivo num sítio em que a rua de dois sentidos tem a cera altura visibilidade reduzida e, por dia, passa, vários condutores por ali em velocidade excessiva enquanto buzinam.
@s idiotas, dentro da sua bolha de vidros fechados e rádio ligada, para além de não terem compreendido que, por mais que buzinem, será impossível evitar um acidente se passarem àquela velocidade ali e vier um veículo em sentido contrário, não se apercebem da potência sonora da sua buzina (normalmente, cerca de 110 dB) que, mais do que incomodativo para quem vai a passar a pé ou de bicicleta, é extremamente prejudicial à saúde das pessoas, provocando comprovadamente danos a nível do sistema nervoso e aparelho auditivo.

10 thoughts on “Campanha vergonhosa

  1. quem anda a pé ou de bicicleta ou essas merdas tipo a armar ao eco devia ser preso.
    RUAS PARA OS CARROS!!

  2. Caso o ACP tenha a veleidade de trazer essa campanha para Lisboa, com as pinturinhas nas passadeiras, dever-se-á responder à altura. Seja modificando as pinturas no solo, seja criando a nossa campanha, direccionada para os/as automobilistas, mostrando quem tem a verdadeira responsabilidade pelas mortes.

  3. Umas perguntas simples:
    1 – Quando o sinal fica verde para os carros e um ou mais peões resolvem continuar a atravessar mesmo na passadeira e com o Policia a olhar, é uma legitima Ocupação Revolucionária ?
    2 – Quando um ou uma anormal, resolve atravessar, fora da passadeira, sem olhar para outra coisa que não seja o telemovel a escrever um SMS, é o quê ? Direito à Informação ?
    3 – Quando um Peão, estende o braço e aí vai ele, fora das passadeiras a atravessar e o carro que pare, é o Direito dos Desprotegidos ?
    4 – Quando alguém resolve que o sitio mais cómodo para levar o carro da criancinha é rua fora, na estrada, é o Direito dos Mais Novos ?
    Só falo do que já me sucedeu, nem mencionei as duas amigas que se cruzam na passadeira e ficam no meio da rua a conversar e o sinal a mudar
    Oh Saboteur ou lá como se chama, vá para a Serra da Arrábida andar a pé, pode ser que se cure

  4. Quem acha que se deve ir para a serra para andar a pé está num nível demasiado baixo de cognição para participar neste debate.
    Pode ter sucedido muita coisa curiosa ao Pisca, mas o problema da cidade está longe de ser que as mães andem a arriscar as vidas dos seus filhos passeando os carrinhos de bébé pela estrada, prejudicando a média do Pisca. O Problema é que Há poucos passeios, muitos estão degradados (sobretudo porque a “calçada portuguesa” não consegue aguentar que autom´veis andem em cima dela) e a maioria deles têm carros estacionados em cima.
    Isto não é domínio da opinião. São factos.

  5. Só mais um pormenor, o passeio ao lado era e é enorme na sua largura, não tem nem nunca teve um unico carro/automóvel estacionado
    Fiquei esclarecido sobre quem pode ou não pode participar num “debate” destes, tem que ser FEROZMENTE anti-carros
    Morte ao carros e condutores e a quem os apoiar, JÁ !!!
    está bem assim
    ps: curioso que sobre as restantes situações nem uma palavra, não leu ou não deu por isso ?

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s