Auxiliar o velhinho

Eu sei que, provavelmente, o caso não é tão grave como o aluguer de uma praça em S. Bento para a Skoda realizar a sua reunião anual da empresa, coisa que fez escorrer tanta tinta na blogosfera; muito menos é comparável às desgraçadas das vaquinhas a pastar na Praça de Espanha para promover o turismo nos Açores, que até teve direito a um artigo inflamado num jornal diário por parte do coordenador autárquico do Bloco de Esquerda… mas ninguém dá uma ajuda a este velhote de 89 anos a partir a loiça toda por causa da proposta de PDM apresentada?

Particularmente grave é a questão dos logradouros, «uma anedota em termos de planeamento», que, em nome do preconceito burguês de que só se consegue trazer pessoas para morar em Lisboa se lhes dermos um lugar de estacionamento ao pé de casa, aceita a destruição e impermeabilização dos logradouros da cidade, contrariando tudo aquilo que está estudado, pensado e até decidido há anos como sendo o que deve ser feito em Lisboa.
A ocupação dos milhares de fogos devolutos que existem na cidade não se vai fazer construindo mais garagens nos logradouros existentes, mas sim, simplesmente, ocupando e deixando ocupar os milhares de fogos devolutos que existem na cidade.
Siga-se o bom exemplo holandês, onde se responsabiliza fortemente e se põe em cheque o proprietário de uma habitação sem utilização, e observe-se como o mercado de venda e, sobretudo, de arrendamento, se mete a mexer como se tivesse fogo no cu.

Em Amesterdão com em Alfama ninguém quer ir viver para lá porque não tem sítio para deixar o carro, diz Manuel Salgado

14 thoughts on “Auxiliar o velhinho

  1. Atenção que o “velhinho” fez estas declarações sem ter lido o documento… foi “alguém que lhe disse” que era assim e ele reagiu.
    Aconselho a leitura da versão final do PDM antes de começar a dizer disparates.
    Ou então não, se quiserem também podem fazer uns comentários de ouvidoque não há problema :-)

  2. Não tenho nada contra o mercado, Paulo, mas não funciona sempre, maximizando a eficiência como se vê no caso das casas e dos logradouros.
    Dirás que como os logradouros são privados os proprietários saberão o que melhor fazer com eles. Cada um constroi no seu logradouro os seus parques de estacionamento e o resultado final será melhor para todos como se uma mão invisivel estivesse a zelar pelo bem comum… Errado. Com cada vez mais área impermeavel, entre outras coisas, a cidade estará cada vez mais vulnerável às chuvas e quando acontecerem desgraças como as do Funchal, proprietários, seguradoras vão acorrer ao erário público e não à mão invisivel dos mercados para terem um tecto.

  3. Mas que mania… Eu disse que o mercado funciona sempre? Eu disse alguma coisa dos logradouros? Aliás, qualquer autor que apoie o liberalismo a primeira coisa que faz é apontar esses casos em que o mercado falha. Ao contrário de outras ideologias, nesta não há vacas sagradas. Há até muitos casos identificados em que o mercado não funciona e por diferentes motivos. Mas podem continuar a discutir com os vossos fantasmas.

  4. ó saboteur já não percebo nada! então a veração costa / sá fernandes não era toda progressista e ecológica? foda-se pá! um gajo a gramar durante meses com a tua propaganda subserviente ao PSLisboa e agora viras o bico ao prego e já te pões a sabotar os gajos?

  5. Ó saboteur mas então o costa e o sá fernandes não eram todos progressistas e ecológicos? Agora vens virar o bico ao prego e pões-te a sabotar os gajos? Há muita gente a a chamar-te palhaço, mas na realidade não passas dum contorcionista. Também fazes truques com cobras?

  6. Para os idiotas, o alfa e o ómega da política está relacionado com o “virar o bico ao prego”.
    Entretanto, pelo primeiro comentário, que parece ser de alguém bem informado, as coisas parecem estar a mudar no bom caminho. Afinal, parece que o Ribeiro Teles consegue fazer uma oposição mais eficaz às más políticas autárquicas em Lisboa do que os palhaços que acham que o que é verdadeiramente “de esquerda” é acusar e caluniar os outros de “propaganda subserviente ao PS”, cada vez que se faz uma criticazinha ao Partido.

  7. Caro Saboteur
    As declarações do “velhinho” não mudaram uma linha do PDM… O que ele se referiu é que não está escrito como ele o descreveu… tenha tento no uso da retórica e digne-se a ler o documento que está no site da CML…

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s