A “excepção” dos Açores

Ontem o fórum da TSF estava feito para incitar à revolta:
“Concorda com o regime de excepção implementado nos Açores no que diz respeito ao corte nos salários da função pública?”. “O Presidente Cavaco Silva diz que a excepção pode ser inconstitucional. Carlos César acusa o Presidente de dividir os portugueses. Queremos saber a sua opinião”. “Será este um sinal de fraqueza do Governo Sócrates?”.

Realmente parece que soaram todos os alarmes nos meandros do poder. Cavaco, que sempre fez gala em não falar da política nacional no estrangeiro, fez uma declaração choque contra a medida do Governo Regional. Sócrates mostrou-se indignado e nem quis acreditar que fosse verdade. A comunicação social saltou em cima, com um batalhão de comentadores a falar sobre o grande desígnio nacional de contenção e austeridade.
Com certeza que até a direcção do Público terá equacionado enviar Paulo Moura aos Açores para mais uma reportagem criativa sobre como os funcionários públicos anseiam pelos seus salários para gastar tudo em putas e champanhe…
A operação foi bem sucedida e as opiniões no fórum – mesmo daqueles que não concordavam com o corte salarial da função pública – eram de grande crítica à medida. As teses moralistas continuam a ganhar raízes na consciência do nosso povo sem haver quase ninguém que se chegue à frente para fazer fogo em sentido contrário.
A perder ficou mais uma vez um trabalho jornalístico isento e de qualidade, que informasse, por exemplo, que a medida não agravaria o deficit da República, uma vez que as verbas provinham do orçamento regional e que o dinheiro, ou estaria consignado a despesas com pessoal ou estaria consignado a outra rubrica qualquer (provavelmente menos reprodutiva e menos virada para a equidade).

8 thoughts on “A “excepção” dos Açores

  1. Claro, é o mesmo que dizer: um trabalho jornalístico isento e de qualidade diria exactamente o que o Carlos César disse sem o questionar (é que foi isso que ele disse…)! Eu próprio comprei um carro a partir do meu orçamento de férias e por isso não agravei a minha dívida: o dinheiro das férias já estava consignado às férias, portanto fiquei na mesma. Lógico!! Quem não percebe isto é um idiota. É também é óbvio que Carlos César vai ter acoreanos que vão receber menos a partir de janeiro de 2011 e açoreanos que vão receber o mesmo a partir dessa data porque Cavaco está a tentar dividir os portugueses e aos açoreanos aos quintos. Há que pugnar por um jornalismo isento e de qualidade que ensine estas evidências às pessoas.

  2. “a medida não agravaria o deficit da República, uma vez que as verbas provinham do orçamento regional e que o dinheiro, ou estaria consignado a despesas com pessoal ou estaria consignado a outra rubrica qualquer (provavelmente menos reprodutiva e menos virada para a equidade).”
    -Todos os funcionários públicos regionais açorianos que ganham entre 1 500 e 2 000 euros vão ter essa compensação? Não. No entanto tudo bem!
    – E se fosse AJJardim (sozinho) a tomar a medida o raciocínio seria o mesmo? Duvido. Alguém imagina a esquerda a aplaudir “Bokassa”!

  3. “a medida não agravaria o deficit da República, uma vez que as verbas provinham do orçamento regional e que o dinheiro, ou estaria consignado a despesas com pessoal ou estaria consignado a outra rubrica qualquer (provavelmente menos reprodutiva e menos virada para a equidade).”
    -Todos os funcionários públicos regionais açorianos que ganham entre 1 500 e 2 000 euros vão ter essa compensação? Não. No entanto tudo bem!
    – E se fosse AJJardim (sozinho) a tomar a medida o raciocínio seria o mesmo? Duvido. Alguém imagina a esquerda a aplaudir “Bokassa”!

  4. O sistema nacional de saúde, vertente psiquiatria, ficou mais aliviado quando apareceram o fórum TSF, as caixas de comentários das notícias de jornais e os programams de TV com chamadas telefónicas e comentadores às chamadas.

  5. Já li o artigo do Paulo Moura sobre as putas e champanhe. Começa assim: «É noite. Sopra o vento atlântico quente, como sempre anunciador de tempestade. A franja morena de Joana (nome fictício) afaga-lhe a cara, por entre as lágrimas. As primeiras gotas saem-lhe dos olhos. As outras, do céu. Ainda assim, vêm todas da sua alma e, portanto, são suas. Indubitavelmente suas.»

  6. Precisamente, Paulo:
    Se em vez de gastares o dinheiro em férias, gastaste num carro, não agravaste a dívida.
    O facto de a tua sogra te atacar tanto por comprares o carro em vez das férias só torna evidente que ela – mais do que preocupada com a tua dívida – não quer, acima de tudo, que tu andes de carro.
    Um verdadeiro liberal ainda poderia dizer que isto só vem demonstrar que os Açores têm um orçamento demasiado grande e que eles deviam era baixar os impostos para estimular a iniciativa e premiar o mérito e o empreendedorismo… agora o que esta malta mostra é a verdadeira face da direita mais reaccionaria e tacanha. O que lhes irrita verdadeiramente é que estes funcionários públicos não tenham 1 corte salarial.

  7. Susana:Los talleres nos este1n ensef1ando a todos cuahms cosas. Te cuento que Henry Barros y yo estamos brindando los conocimientos que tenemos sobre realizacif3n cinematogre1fica y televisiva, pero Catalina Restrepo y Ligeia este1n aportando sus destrezas en la edicif3n con Media Movie Maker. Apoyadas por los talleres que brinda ConVerGentes ellas tienen ahora unas destrezas notables en el campo del video digital, que Henry y yo estamos aprovechando. En cierto modo ellas nos orientan en el aprendizaje de esta sencilla herramienta.Me alegra mucho ver que visitas el sitio de ConVerGentes y que nos apoyas desde la distancia. Yo regreso a mis labores docentes en Bergen a principios de agosto.Tome1z:Como bien dices un barrio como La Loma es un territorio de gran riqueza y variedad. Este1 lleno de historias, personajes,esquinas y hondonadas donde la los vecinos construyen comunidad, relaciones sociales y anhelos que vale la pena registrar, ordenar y presentar este9ticamente a pfablicos me1s amplios.Cati:El trabajo que desplegaste el se1bado al lado de Henry, Ligeia, Santiago, Yuliana y Gabriel Jaime fue como siempre ejemplar. Yo disfruto mucho ver la manera positiva como emprendes las tareas que nos proponemos y las destrezas que has desarrollado cacharreando con el Media Movie Maker.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s