A linha justa

Ao ver o programa do acampamento de jovens do Bloco voltei-me a lembrar do que disse no outro dia o Zé Neves, de que nós, no Bloco, tínhamos demasiada facilidade e rapidez em criticar o PCP antes de olharmos para o nosso próprio partido… Isso no que diz respeito ao funcionamento interno é uma constante…
Pelo menos, no meu tempo de PCP, heresia, heresia a sério, era convidar alguém de outro partido para um debate. Convidar um “independente”, já era uma coisa bastante aceitável e que se via com alguma frequência. Lembro-me de ter no Vitória o António Peres Metelo ou o Adolfo Luxúria Canibal…
Convidar para um debate ou plenário um militante que soubesse mais de determinado assunto, mas que não fosse da Direcção, era banal e só os camaradas mais conservadores, já em plena luta interna nas vésperas do XVI Congresso, é que diziam qualquer coisa, sobretudo se na Direcção houvesse algum conservador igualmente preparado para falar sobre o tema. «Porquê convidar um jornalista como o Goulão, para falar no Médio Oriente, se existem tantos camaradas na Secção Internacional, com mais responsabilidades no Partido e tão ou mais bem preparados do que o Goulão?»
Ora vem isto a propósito porque no Acampamento Liberdade há 4 Plenários em 4 dias. Todos com membros da Comissão Política: O primeiro com Miguel Portas, e depois José Soeiro, Francisco Louçã e Luís Fazenda, para acabar no Domingo.

8 thoughts on “A linha justa

  1. Ó spectrum a título de curiosidade diz-me quem vai falar nos restantes debates :)

  2. Há mais? No programa que me deram só apareciam estes… São os mais importantes, imagino. Todos os dias das 11h às 13h.

  3. Só não entendo uma coisa, porquê fazer referência ao PCP para termos de comparação. Heresia, Heresia é a defesa por parte do BE de agências de cotação, lol lol lol, essa para mim é de morte, o capitalismo, só o é se vier dos EUA, se vier da Alemanha já não faz mal. Este tema também é debatido por voz, nessas jornadas ??? Gostaria de saber a sua opinião

  4. Orlando: Acho que é claro que a criação de uma agência de rating europeia não resolve o problema de fundo. Mas olha que os dirigente Bloquistas sabem muito bem isso, Orlando. É uma “prodigiosa fantasia” pensares que o BE acha que o capitalismo só é mau se vier dos EUA. O BE é um Partido anti-capitalista, que tem como objectivo a construção do socialismo, tal como o PCP.
    Anónimo das 4:48: Ganzas há em todo o lado. Porque não haveria de haver num sítio onde se está a fazer um acampamento, a curtir e a debater política?
    Anónimo das 5h54: O tema de Lisboa é provavelmente demasiado sectorial para um acampamento nacional. Tirando isso não me choca absolutamente nada que o BE convide o Sá Fernandes para falar… Por exemplo sobre corrupção. Ele foi o único vereador eleito que denunciou à polícia ter sido alvo de tentativa de corrupção… ou sobre o Plano Verde de Lisboa, ou sobre “Lisboa” apenas… Que mal tem?
    Acho que o pior que aconteceu com este “processo de Lisboa” – em que se confundiram questões de táctica política com questões de princípio e antipatias pessoais com as outras duas – nem foi termos perdido 1 vereador e termos dado um trambolhão eleitoral, foi ter-se bloqueado totalmente o debate sobre a nossa experiência autárquica em Lisboa, o que fizemos, o que não chegámos a fazer e o que faríamos diferente… Pelo caminho lá integramos centenas de recibos verdes nos quadros da CML e conseguimos vitórias importantes no PDM, mas isso nem os próprios dirigentes do BE parecem ter conhecimento :P

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s