Ironia das ironias

O “Movimento Democracia Directa” tem como um dos principais objectivos a eleição de representantes do povo para exercer a democracia indirecta na Assembleia da República.

Anúncios

6 thoughts on “Ironia das ironias

  1. bem apanhado…..parece um “movimento” da juventude revolucionária portuguesa sempre pronta a minar o que quer que seja.

  2. O primeiro anónimo demonstra que tem tantos ou mais preconceitos e é tão ou mais rápido a fazer generalizações do que a minha avózinha.
    Eu sou a favor do aprofundamento da democracia em todas as suas vertentes. Da democracia directa e participativa, claro está, mas também acho que a eleição de representantes para determinadas funções e/ou instituições é eficaz e saudável para o próprio aprofundamento da democracia.
    Agora um movimento dedicado à Democracia Directa Já! ter logo na primeira frase da sua apresentação “tem como objectivo reunir forças com vista a criar um MOVIMENTO DE DEMOCRACIA DIRECTA com assento parlamentar” é uma comédia.

  3. O primeiro anónimo demonstra que tem tantos ou mais preconceitos e é tão ou mais rápido a fazer generalizações do que a minha avózinha.
    Eu sou a favor do aprofundamento da democracia em todas as suas vertentes. Da democracia directa e participativa, claro está, mas também acho que a eleição de representantes para determinadas funções e/ou instituições é eficaz e saudável para o próprio aprofundamento da democracia.
    Agora um movimento dedicado à Democracia Directa Já! ter logo na primeira frase da sua apresentação “tem como objectivo reunir forças com vista a criar um MOVIMENTO DE DEMOCRACIA DIRECTA com assento parlamentar” é uma comédia.

  4. não te grizes Saboteur. Simplesmente achei, pelo teu passado, que era mesmo o género de coisas que tu curtias.
    Tipo: eleitos e respectivos assessores a construirem a democracia directa e mil um jardins a partir dos centro de poder.
    Eu, a tua avózinha não conheço. Estava na lista do Sá Fernandes?

  5. Não conheces mas era capaz de ter um raciocínio político tão básico como o teu: Ele trabalhou para um gajo que foi eleito, logo acha bem que o movimento democracia directa tenha como principal preocupação eleger gajos.
    Mas de qualquer forma, para continuar com a conversa, a tua afirmação sobre a “construção de jardins a partir de centros de poder” faz-me pensar se não serás um daqueles que rasgou as vestes porque o jardim do príncipe real foi requalificado “sem se ouvir a opinião das populações”, mas que depois não mexe um pintelhinho pelo orçamento participativo da cidade de Lisboa…
    “Grizar”?

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s