Tanto esforço para nada… ou talvez não

Não é fácil apanhar um empreiteiro corrupto em flagrante de delito a tentar corromper um autarca.
Sobretudo, se o alvo da corrupção nega o suborno e depois limita-se a dizer mais tarde aos amigos, eleitores e jornalistas, sem apontar nomes, que há muitos interesses de construtores civis nas câmaras, anda por aí muita corrupção, mas que ele nunca aceitou um cêntimo que fosse.
Sá Fernandes fez tudo bem: contactou a polícia, entalou Domingos Névoa e arranjou assim muitos inimigos, nomeadamente no Correio da Manhã, suposto tablóide anti-corrupção.
Tanto esforço para nada… Domingos Névoa foi ilibado por um juiz do tribunal da Relação de Lisboa e Sá Fernandes perdeu a oportunidade de se abotoar com 200 mil euricos que lhe dariam com certeza muito jeito.
Nem notoriedade social conseguiu! Hoje em dia, se perguntarmos a algum jornalista ou opinion-maker quem é que é o maior combatente anti-corrupção, a resposta mais provável será «João Cravinho», Administrador de um Banco e dirigente do Partido Socialista.
«Tanto para nada», pode não ser bem assim: O Público noticia que o caso ainda mexe e Névoa ainda pode ser condenado. A ver vamos.

Anúncios

4 thoughts on “Tanto esforço para nada… ou talvez não

  1. sé é tão dificil apanhar passarinhos como o névoa, o dias loureiro ou o armando vara, imagina os ulrichs, melos e ricardos salgados desta vida. mas olha pronto, já vai dando para descomprimir um bocadinho.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s