Uma pequena desprivatização da Praça das Flores

relva1.jpg
Um grupo de activistas ocupou um lugar de estacionamento, junto a uma esplanada, na Praça das Flores, com relva.

Anúncios

10 thoughts on “Uma pequena desprivatização da Praça das Flores

  1. É muito comum a burguesia (mesmo de fachada mais radicalóde) achar, como o comentador aí de cima, que a populaça se está a cagar para certas coisas que, no seu entender, são mais sofisticadas ou “chiques”, como um espaço público agradável.
    Isso mesmo aliás disse uma das pessoas que esteve envolvida na acção: “As pessoas vão chatear-se porque querem é lugares para estacionar”.
    Qual não foi o seu espanto quando viu os velhos do bairro a aplaudir a iniciativa!
    Aliás, já antes disso, uma equipa de trabalhadores ao serviço da câmara foi ao espaço para resolver o problema do estacionamento e acabou por deixar lá a relva e a placa “Este espaço é para pessoas e não para 1 carro de 1 pessoa”.

  2. épá man,
    eu que faço parte dessa burguesia de fachada mais radicalóide andei na escola pública nº 201 da rua do Jasmim, onde os putos quando saíam das aulas eram aterrorizados pela “malta da Praça das Flores” que rivalizava em ruindade e em porrada na rua com a “malta do Casal Ventoso”.
    A “malta da Praça das Flores” era chefiada pelo Pedro Mau, puto de 9 anos que andava nessa mesma escola e que tinha a habilidade de cada dia que aparecia nas aulas (poucos felizmente!) enviar sempre um outro puto qualquer de cabeça partida para o Hospital. O Pedro Mau antes de eu terminar a 4a classe já tinha sido preso por ter morto a avó, com quem vivia, quando lhe incendiou a casa. Por isso eu sem bem que tipo de gente habita e frequenta a Praça das Flores hoje em dia. Sei que a “malta da Praça das Flores, os que sobreviveram à cola e ao cavalo já lá não moram. Por isso não sejas toino e não fales do que não sabes.
    É sim uma dessas iniciativas cidadãs chiques e cheias de humor que vocês da esquerda moderna e imaginativa tanto gostam, feita provavelmente por arquitectos ociosos que gostam de arrastar o cú no pão de canela.
    Palhaços burgueses!

  3. épá man,
    eu que faço parte dessa burguesia de fachada mais radicalóide andei na escola pública nº 201 da rua do Jasmim, onde os putos quando saíam das aulas eram aterrorizados pela “malta da Praça das Flores” que rivalizava em ruindade e em porrada na rua com a “malta do Casal Ventoso”.
    A “malta da Praça das Flores” era chefiada pelo Pedro Mau, puto de 9 anos que andava nessa mesma escola e que tinha a habilidade de cada dia que aparecia nas aulas (poucos felizmente!) enviar sempre um outro puto qualquer de cabeça partida para o Hospital. O Pedro Mau antes de eu terminar a 4a classe já tinha sido preso por ter morto a avó, com quem vivia, quando lhe incendiou a casa. Por isso eu sem bem que tipo de gente habita e frequenta a Praça das Flores hoje em dia. Sei que a “malta da Praça das Flores, os que sobreviveram à cola e ao cavalo já lá não moram. Por isso não sejas toino e não fales do que não sabes.
    É sim uma dessas iniciativas cidadãs chiques e cheias de humor que vocês da esquerda moderna e imaginativa tanto gostam, feita provavelmente por arquitectos ociosos que gostam de arrastar o cú no pão de canela.
    Palhaços burgueses!

  4. Foda-se Saboteur, e agora onde é que vais estacionar o carro quando fores às reuniões da rua de S.Bento? És fodido tu.

  5. meu capitão, o metro do rato é ali ao pé, saboteur vai de transportes públicos, não é?

  6. Juro que vi, com estes que a terra há-de comer, o Pedro Mau em pessoa, agora com 32 anos, arquitecto ocioso e ponderado, chefiar o processo de colocação da relva pelos mitras do bairro. A «malta da Praça das Flores» tão fodida como a do Casal Ventoso. Ele há com cada uma…

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s