«Brincar nas férias sim, mas em casa»

Em Junho, o do número de atropelamentos aumentou 3 vezes em Lisboa e estão a preocupar a PSP.

Segundo a Porta-voz, Carla Duarte, as vítimas têm entre três e 13 anos e a única vítima mortal tinha 5 anos e foi atropelada às 15h45 na Vila Flamiano, no Beato.

O que decide fazer a PSP? Uma campanha junto dos automobilistas para terem mais atenção aos peões, nomeadamente quando circulam nas zonas residenciais? Questionar de 50 km/hora é uma velocidade razoável para zonas residenciais, quando é sabido que um atropelamento a 50 Km/hora causa a morte do peão na esmagadora maioria dos casos? Incrementar a fiscalização sobre excessos de velocidade dentro da cidade?

Nada disto. Lançou uma campanha dirigida às crianças com o slogan: «Brincar nas férias sim, mas longe das estradas!»

Em vez de procurar responsabilizar os automobilistas, apela-se à responsabilidade das crianças. Nomeadamente as que insistem em ir para a rua brincar em pelena Vila Flamiano, em vez de ficar em casa a ver TV ou a jogar Playstation.

Uma polícia idiota, para um país de idiotas que andam às voltas de pópó dentro da cidade, a acelerar e a buzinar, convencidos que não têm tempo a perder.

Uma cidade pensada para facilitar a vida a quem anda de carro

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s