O caçador de comunistas

Merece atenção muito especial a forma como foi montado e se desenrolou o golpe do dia 27 de Agosto; na medida em que o seu conhecimento pormenorizado aclara de vez os intuitos obscuros que determinaram a extinção da 5ª Divisão. O oficial designado para chefiar a operação foi o Major de Infantaria graduado em Coronel, Jaime Neves.

Não foi por acaso – V. Exª o sabe pois sancionou a respectiva nomeação – que a missão de destruir um dos sólidos pilares da Revolução Portuguesa coube a este herói de massacres, bebedeiras e prostitutas, cujo perfil de colonialista cruel, de militarista sem princípios nem cultura, pesa sobre o povo português como um pesadelo e uma ameaça permanente à sua liberdade. Naturalmente, anticomunista patológico, pronto a todas as investidas criminosas desde que açulado para a caçada ao «vermelho». Da sua noção de democracia conhece V.Exª o suficiente, pois esteve perto da assembleia de Tancos, no princípio de Setembro, na qual o graduado Jaime Neves entrou armado e assim ostensivamente se manteve, enquanto à porta, ao alcance de voz, os seus guarda-costas guarneciam bazucas e metralhadoras pesadas apontadas para o interior.

A força que levou a cabo a «gloriosa» missão de assaltar e saquear a 5ª Divisão foi organizada pelo actual comandante do Batalhão de Comandos. Todavia, em virtude de os militares aquartelados na Amadora suspeitarem desde sempre do fascista camuflado que lhes está imposto como comandante, foi julgado mais conveniente aguardar efectivos prestes a regressar de Angola. Tendo aterrado no Aeroporto da Portela às duas da madrugada do próprio dia 27 de Agosto foram esses soldados-comandos imediatamente transportados para a sede do batalhão na Amadora, onde Jaime Neves em pessoa os submeteu ao tratamento psicológico preconizado nos manuais da guerra colonial. Incluíu aliciamento pelo suborno (promessa de mais cinco dias de licença além dos que tinham direito); incitamento à violência e ao saque; apelo à irracionalidade e ao ódio: «Vocês vão daqui a pouco realizar uma missão igual às que faziam em Luanda; em lugar de irem caçar os comunistas do MPLA, vamos hoje caçar os comunistas da 5ª Divisão.»

Carta Aberta dos oficiais da extinta 5ª Divisão ao Presidente Costa Gomes, 27 de Outubro de 1975

13 thoughts on “O caçador de comunistas

  1. Se não fosse este grande homem, as vossas mães teriam de se prostituir como fazem em Cuba e na Coreia do Norte. Se não fosse este grande homem, não teriam o nível de vida que têm hoje. Viveriam numa ditadura com presos políticos, censura e sem acesso a publicarem o que vos dá da gana, até a apologia que fazem de um regime ditatorial, como o comunista, no vosso caso. Nem sequer saberiam o que é um computador. Com alguma sorte, seriam um burocrata a tiranizar um povo. Tenham vergonha nessas caras.

  2. Paulo, vergonha deverias ter tu nesse focinho. Julgas que todas as Mulheres são como a tua mãe? Eu brindo à morte de um canalha fascista! Viva o 25 de Abril!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  3. Paulo, se gostas assim tanto deste gajo, dá um tiro nos cornos e vai ter com ele. És um palhaço.

  4. chame-se o Bufallo Bill

    Chegue aqui o Jaime Neves

    Para recordar Wiriamu,

    Mocumbura e Marracuene

    Que a cruz gamada reclama

    de novo o Grão-Capitão

    Só os meninos nazis

    Podem levar o pendão

    Mas não se esqueçam do tacho

    Que o papá vos garantiu

    Ao fazer voto perpétuo

    De ir prá puta que o pariu.

    Zeca Afonso

    Paulo,Quando gentalha como você deixarem de contar mentiras sobre a revolução do 25 Abril, nós não precisamos de lhes lembrar as verdades do golpe fascista do 25 de Novembro.
    Sou a Ester Cid (militante comunista, que estava no centro de trabalho com a minha filha ainda bebé,quando o seu (herói) se divirta com os seus seguidores e foram incendiar o centro do trabalho do PCP .

  5. Mas a revolução foi feita por comunistas? Por socialistas? E que revolução foi essa que nos deixou na ditadura do capitalismo? Sorte temos todos de não termos caído numa ditadura comunista da qual apenas teríamos saído em 1989 aquando da queda da URSS. Isto se por acaso não tivessemos servido como bastião militar desta última para uma potencial invasão da Europa. Que bom não é? Do comunismo restam três obras primas em direitos humanitários…. China, Coreia do Norte e Cuba… que exemplos humanitários

  6. Aqui destila-se o “veneno” anticomunista porque morreu um traidor da exaltante Revolução de Abril!… o 25 de Novembro não foi mais que uma golpada da extrema direita reaconária contra os ideais de Abril!… 25 de Abril Sempre! Fascismo Nunca Mais!

  7. Tenho o grato prazer de ser comunista de ter defendido as sedes do partido aqui no Norte, de ter rebentado o focinho aos facistas adultos e aos da juventude fascista. Como arma, tinhamos a convicção de uma sociedade justa, sem exploradores e a força da razão. Agora estes dois cabrões que têm a tripa cagueira ligada ao cerebro pensem (se forem capazes). Se fosse destribuida armas aos militantes comunistas achas que terias nascido? achas que estavas aqui a fazer a apologia dos fascistas?

  8. Oh soleilnoir, excelso cavalheiro/cavaleiro da ordem mística de Wewelsburg.
    Agradecemos as tuas lições de direitos humanos assentadas nos mais altos valores runicos.
    Acreditamos que a tua filosofia evoliana tem como pilares os mais altos valores de honra e liberdade…

    Mas na verdade és um cromo do dark-folk / neo-pagan-whatever, que curte dos skins porque lhe faz de segurança nos concertos, mas considera-se bem mais superior… uma espécie de SS à portuguesa… Raiz parte estes gótico – RPGgeeks – misantropos, nunca crescem…

  9. 15 milhões de vitimas SOVIETICAS às mãos de Staline durante a 2ª guerra…
    Cerca de 60 milhões de mortos/desaparecidos na URSS entre 1940 e 1989…
    Pol pots…
    Lideres Chineses…
    “Queridos lideres” norte Coreanos…

    Curriculum inatingível… e muita falta de argumento

  10. pois é, não admira que seja louvado como um herói em pleno regime troikista.

    não fosse o melo antunes e este cabrão teria provavelmente sido o nosso General Contreras…

  11. “15 milhões de vitimas SOVIETICAS às mãos de Staline durante a 2ª guerra…”
    Foram pelo menos 16 milhões em luta contra o Nazi-fascismo!

    “Cerca de 60 milhões de mortos/desaparecidos na URSS entre 1940 e 1989…” Isso dá a modos que mesmo muita gente. Se somares esses aos 16 a 20 milhões da WW2 e a URSS quase que fica com população negativa.
    Ele é cada idiota.

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s